Melqui Lima é pós-graduado com especialização em Assessoria de Imprensa pela Faculdade do Vale do Ipojuca e graduado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba.

Já atuou na Rádio São Domingos FM (Brejo da Madre de Deus) em 2007, na Rádio 101,9 FM (Santa Cruz do Capibaribe) de 2007-2008, na Estação Sat (Santa Cruz do Capibaribe) de 2008-2009 e atua até hoje na Rádio Vale AM. Onde desenvolve os trabalhos de produtor e apresentador do programa VALE MAIS.

Atualmente é o responsável pelo Blog do Melqui, assessor de imprensa do vereador Ronaldo Pacas, jornalista da Rádio Vale AM, assessor de imprensa do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e mestre de cerimônias. Entre em contato pelo blogdomelqui@hotmail.com ou flipicomunicacao@gmail.com.

Acompanhe o Melqui Lima




Mural

Melqui Lima
A Voz do Brasil presta um grande serviço à sociedade. Mas se você não quer deixar de ouvir a transmissão de mais de 1/3 dos jogos da Copa que acontecerão às 19h e quer mais informação de trânsito, música e entretenimento nesse horário, a voz do seu deputado precisa falar por você. Essa é a hora! O Brasil quer a flexibilização do horário da Voz do Brasil votada e aprovada. Particip...
Terça, 22 Abril 2014 17:35
Melqui Lima
Super Manhã - de segunda à ***ta, a partir das 8h da manhã. Tarde Livre - de segunda à ***ta das 14h às 16h. Participe pelos telefones 3731-4033 ou 9275-6290
Quarta, 12 Março 2014 16:44
Deixe o seu recado!

Diogo Moraes e Dida de Nan solicitam apoio da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária para ações que objetivam amenizar os efeitos da seca

Na manhã desta terça-feira (17), o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), acompanhado pelo vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Dida de Nan (PSB), esteve em reunião com o secretário estadual Nilton Mota, de Agricultura e Reforma Agrária (SARA). No encontro, foram tratadas possíveis soluções para problemas em barragens da região, entre elas, a de Poço Fundo, a maior da região.


O deputado Diogo Moraes, representante do município no legislativo estadual, reforçou a importância da realização destes trabalhos antes que chegue o período de chuvas. "Sabemos que as chuvas não são frequentes na região, que enfrenta a maior seca de sua história. Mas é preciso realizar a limpeza das barragens para, quando o período de precipitações chegar, as localidades estejam limpas e a água não seja comprometida", destaca o parlamentar, que já destinou emendas em anos anteriores, com objetivo de auxiliar no combate aos problemas de estiagem.


O vice-prefeito do município, Dida de Nan, explicou ao secretário que além da barragen de Poço Fundo, outras menores também precisam de intervenções. "A maioria delas encontra-se também com grande quantidade de madeiras do tipo algaroba, conhecidas por absorver uma grande quantidade de água. É preciso intervenção para a retirada delas", frisa Dida. O atual secretário-executivo de Articulação Política e ex-vereador, Francisco Ricardo, também lembrou da necessidade de limpeza dos reservatórios comunitários.


O secretário-executivo de Agricultura Municipal, Lenildo Araújo, solicitou também a construção de cisternas de produção, considerando que o município não possui nenhuma cisterna do tipo. "Os poços artesianos existentes são de baixa vasão e alto nível de salinidade, se tornando insuficiente para atender às necessidades essenciais das criações", afirmou.


O secretário Nilton Mota, após ouvir as demandas, explicou as dificuldades do órgão para atender determinados pedidos, que dependem de altos recursos, mas sugeriu que sejam abertas várias frentes de atuação para solucionar as questões. O secretário informou que um relatório deve ser elaborado, com imagens, da situação destas barragens. Com ele, será possível desencadear as ações necessárias. No caso das cisternas, Mota solicitou um levantamento para identificar quais localidades, com até 100 habitantes, estariam aptas para construção de reservatórios.


Os representantes do município também falaram sobre a necessidade de manutenção de uma máquina de grande porte, chamada de PC, que é utilizada na limpeza de barragens de grande porte, como a de Poço Fundo. O secretário demandou à equipe da SARA providências imediatas para identificação de problemas e conserto do equipamento.O ex-vereador Zezin Buxin também acompanhou o grupo na reunião.

Carnaval movimenta as vendas no Moda Center Santa Cruz

A celebração do Carnaval no fim de fevereiro tem sido motivo de comemoração no Moda Center Santa Cruz. Com a realização da folia numa época ‘mais tarde no calendário’, tanto os comerciantes como os revendedores que se abastecem no maior centro atacadista de confecções do Brasil, localizado no Agreste pernambucano, terão um tempo maior para a produção, a aquisição e a comercialização de mercadorias. Com a boa nova trazida pela data móvel, os empresários esperam uma continuidade das grandes vendas registradas no local em novembro e dezembro de 2016.

 

 

Esse ano teremos praticamente dois meses de comercialização com foco no Carnaval. Na primeira feira de 2017, ainda havia alguns produtos remanescentes do ano passado, mas nessas edições seguintes já estamos com estoques renovados e as lojas e boxes repletos de novidades no clima da folia momesca e para a estação mais quente do ano”, antecipou Allan Carneiro, síndico do Moda Center Santa Cruz. “A expectativa é que o incremento nas vendas chegue a 10% em relação ao mesmo período no ano passado, quando as festividades ocorreram nos primeiros dias de fevereiro”, lembrou.

 


A indicativa de bom movimento já começou a se desenhar no parque de confecções. “Recebemos um feedback bastante interessante quanto à ocupação da nossa rede hoteleira e da vinda de excursões, bem como pela procura da parte de grandes clientes do empreendimento. Estamos preparados para receber os compradores e visitantes tanto no que se refere à oferta de produtos seguindo as tendências da moda como no receptivo, com decoração temática e apresentações da Novo Século Frevo Orquestra nos dias e horários de maior movimento”, acrescentou o gestor.

 


Estrutura – Referência nacional no setor, o Moda Center Santa Cruz é o maior centro atacadista de confecções do Brasil. A ampla estrutura é composta por seis módulos, que ocupam uma área coberta de 120 mil metros quadrados construída num espaço de 32 hectares. O empreendimento reúne mais de 10 mil pontos comerciais, entre lojas e boxes, oferecendo um mix de produtos variados – com destaque para roupas e acessórios – comercializados especialmente no atacado.

 


Nas segundas e terças, quando ocorrem as feiras e todos as unidades de venda estão funcionando, o centro atacadista abre das 7h às 18h, sem intervalo para almoço. O parque disponibiliza seis praças de alimentação com restaurantes e lanchonetes, estacionamento gratuito para 6,5 mil veículos, rede própria de hotéis e dormitórios com mais de dois mil leitos, posto ambulatorial, caixas eletrônicos, banheiros, fraldários, carrinhos de compras, sistema de som e tv e circuito interno de segurança.

 

Assessoria de Imprensa

Oposição afirma que criminalidade cresceu 30% no Governo Paulo Câmara

O número de homicídios em Pernambuco cresceu 30% desde o início da gestão Paulo Câmara. No ano passado, foram registrados no Estado 4.458 assassinatos até o dia 30 de dezembro, o pior resultado desde 2008, quando foram notificados 4.528 casos. “Desde 2008 e 2009 não eram registrados mais de 4 mil mortes no Estado, o que infelizmente voltou a acontecer em 2016 por causa da falta de comando do Governo”, avalia o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

 

A Bancada vem chamando a atenção, desde 2015, para a necessidade de rediscutir o Pacto pela Vida. “Em 2016 tivemos os piores meses desde a criação do Pacto pela Vida, com o registro de 449 mortes em outubro e 454 em dezembro, o que reforça a necessidade de a questão ser tratada como prioridade de Estado. Nos últimos dois anos foram cometidos 8.349 assassinatos em Pernambuco, números que atestam a falência do Pacto”, destaca o parlamentar.

 

Silvio (foto) lembra, inclusive, que os parlamentares da Oposição estão à disposição do Governo e da presidência da Alepe, caso seja necessário votar o projeto para policiais e bombeiros militares antes da volta do recesso. “Valorizar os agentes de segurança e envolver toda a sociedade no combate à violência é uma das condições para o resgate do Pacto pela Vida”, afirma.

 

Além dos homicídios, os índices de criminalidade aumentam também em outras áreas. Em 2016 foram cometidos 1.916 assaltos a ônibus, segundo o Sindicato dos Rodoviários do Estado; e até o mês de novembro foram registradas 13 assaltos a bancos, cinco sequestros, 28 explosões e 13 arrombamentos de agências bancárias, além de 128 explosões de caixas eletrônicos e cinco ataques a carros-fortes. “Infelizmente, quando contabilizamos também o número de roubos de carros, violência contra a mulher, entre outros tipos de crime, a população do Estado fica cada vez mais acuada, com medo de sair às ruas por causa do clima de insegurança”, lamenta.

 

A Oposição na Alepe vem intensificando o diálogo com a sociedade, entidades e representantes dos demais poderes do Estado, como o presidente da OAB de Pernambuco, Ronnie Duarte; e o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Leopoldo Raposo. “Nas próximas semanas devemos agendar uma visita ao novo procurador-geral de Justiça do Estado, Francisco Barros, para discutir como reduzir a criminalidade no Estado, e na volta do recesso parlamentar vamos agendar uma audiência pública para fazer um amplo debate com a sociedade sobre o tema”, reforça.

 

Assessoria de Imprensa

Inscrições abertas para Curso de Elaboração de Projetos Culturais em Santa Cruz do Capibaribe

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe está com inscrições abertas para o Curso de Elaboração de Projetos Culturais, que será ministrado por técnicos da Fundarpe (Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco), através de solicitação da Gerência de Cultura do município.


O objetivo da ação é instruir e profissionalizar os artistas e produtores culturais da cidade, das mais diversas áreas, como explica o Gestor de Cultura, Alberto Grilo. “Precisamos capacitar nossos artistas e produtores para que possam se inscrever nos editais da Fundarpe e angariar fundos para seus projetos. Acreditamos também que o curso vai criar um contato de grande importância entre eles, vamos mostrar que Santa Cruz do Capibaribe não só produz roupa, mas também de qualidade”, disse Alberto.


O Curso de Elaboração de Projetos Culturais acontecerá nos dias 24 e 25 de janeiro, com duração de 12 horas. As inscrições gratuitas podem ser feitas no Teatro Municipal até o início do curso ou até mesmo no primeiro dia de aula.


De acordo com Alberto Grilo a Fundarpe dispõe de verba anual para financiar projetos culturais em todo o Estado, em 2017 os recursos destinados serão em torno de R$ 36 milhões. Ainda segundo ele, o curso abordará um padrão de projetos que servem para apresentar não só à Fundação, mas aos governos municipal, estadual e federal.


Assessoria de Imprensa

Medo de falar em público? Não mais!

Com um método bem particular, a Start Cursos inicia na próxima segunda-feira (23 de janeiro) sua QUINTA turma do Curso Intensivo de Oratória. Você que tem medo de falar em público, treme, gagueja e a boca seca ao fazer alguma apresentação, NÃO PODE PERDER essa oportunidade.


Garantimos que vai gostar dos resultados. O CURSO DE ORATÓRIA da Start Cursos vai te proporcionar o incremento de sua voz, estimular o espírito de liderança e ampliar seu poder de convencimento.


GARANTA SUA VAGA. O investimento é de R$100,00 e o RETORNO É PERCEPTÍVEL E RECOMPENSADOR. Dúvidas? Chama no WhatsApp 81 99945-7609.

Instituição de Caruaru oferece 40% de desconto em curso superior para Servidor Público

Os servidores públicos contratados ou efetivos das esferas municipal, estadual e federal podem estudar na Asces-Unita, nos cursos de Educação Física (Bacharelado ou Licenciatura), Administração Pública, Serviço Social e Saúde Coletiva com desconto de 40% na mensalidade. A seleção se dará de forma simplificada e estarão com inscrições abertas até o dia 13 de fevereiro. Para participar o servidor precisará realizar requerimento na secretaria da instituição localizada no campus I, munido de cópias do RG, CPF, documento que comprove o vínculo enquanto servidor, número do Enem (edições 2014,2015 ou 2016) e boletim equivalente á edição escolhida. No entanto, caso o servidor não tenha realizado a prova do Enem, ele poderá participar da seleção desde que realize uma redação que será aplicada no dia 17 de fevereiro, conforme indicado no edital. Na ocasião da inscrição o servidor precisa efetuar o pagamento da taxa no valor de R$110,00 (cento e dez reais).


O candidato será submetido a entrevista realizada por professores do curso escolhido na inscrição do processo seletivo, já o resultado final será divulgado no dia 22 de fevereiro, com matrícula prevista para o dia 23 do referido mês.


Assessoria de Imprensa

Está desempregado? Temos vagas, confira:

-1 vaga de Costureiro
-1 vaga de Enfestador
-1 vaga de Operador de máquina de bordar
-1 vaga de Propagandista de produtos famacêuticos


A AGÊNCIA DO TRABALHO SANTA CRUZ FICA NA RUA MAESTRO ALEXANDRE, 93. TELEFONE: (81) 3759-8235 / 3759-8236.Lembrando que o horário de atendimento ao público é de 7:30h até 13h, e a documentação necessária para o atendimento para vagas é: Carteira de Trabalho, Identidade e CPF.

Diário de Pernambuco destaca a força de Santa Cruz do Capibaribe no Polo de Confecções

Santa Cruz é sinônimo de polo têxtil


Cidade do Agreste responde por 30% da produção no estado e tem marcas espalhadas pelo país


Santa Cruz do Capibaribe, cidade onde nasceu a feira da sulanca, vive o auge da sua influência no cenário de confecções brasileiro. As marcas locais se espalharam pelo país, principalmente no Nordeste, Norte e Centro-Oeste. O que pouca gente sabe, até mesmo entre os pernambucanos, é que, sozinha, Santa Cruz responde por 30% de tudo o que é produzido no Polo Têxtil de Pernambuco, o que representa RS 2,4 bilhões por ano do Produto Interno Bruto (PIB) do estado.


Considerando que o nosso polo é o segundo maior do país, perdendo apenas para São Paulo, é fácil chegar à conclusão de que Santa Cruz do Capibaribe é a maior cidade produtora de confecções em malha de todo Norte e Nordeste brasileiro e caminha para chegar, em 2020, à maior produção de malha do Brasil, segundo dados da própria prefeitura. Nem a seca afeta a produção local, já que a maioria das fábricas de Santa Cruz não depende de água para lavagem do jeans, como a vizinha Toritama. A cidade é quase um oásis produtivo em meio ao deserto do Agreste pernambucano. Até a feira da sulanca, que ficou conhecida em todo o país, foi a primeira a se modernizar. Há dez anos se transformou no Moda Center Santa Cruz, hoje, o maior centro atacadista de confecções do Brasil. Uma em cada cinco cidades pernambucanas possui empreendedores no espaço, que reúne 11 mil boxes, de 54 localidades produtoras. A gestão é feita pelos próprios feirantes, com recursos do pagamento de taxas mensais.


Em sua trajetória, o Moda Center vem registrando um aumento de 10% nas vendas por ano. Índice repetido no ano passado e uma estimativa de crescimento entre 8% e 10% este ano também, independentemente da retração econômica. O espaço já recebeu, inclusive, mais de 140 mil pessoas espalhadas em 120 mil metros quadrados de área construída em apenas dois dias de feira. Ao todo, são 150 mil empregos diretos gerados no local. Agora, a feira e suas principais marcas olham para o futuro e encaram a crise econômica com investimentos e inovação.


“Já dominamos o mercado C, D e E. Em 2017, queremos consolidar nossa atuação no mercado B e, para isso, precisamos de formalização, automação e profissionalização das empresas locais. Estes são os maiores desafios de Santa Cruz e de todas as cidades do polo têxtil”, afirma Allan Carneiro, síndico do espaço. Segundo ele, a formalização está sendo agilizada com a sala do empreendedor, montada em parceria com o Sebrae dentro do shopping. “Em três anos, já tivemos mais de 1,2 mil inscrições na categoria microempreendedor individual.” Apesar disso, grande parte dos comerciantes de Santa Cruz continua na ilegalidade. O que desfavorece o crescimento das marcas pois, com a formalização, as empresas conseguem recursos para investir no negócio, em linhas de crédito do Banco do Nordeste e do BNDES, e contratar mão de obra qualificada. Vale ressaltar que quase 80% de toda a mão de obra capacitada recebe treinamento na escola do Senai no município.


Já a automação, o desafio número dois, precisa de investimentos dos empreendedores locais em máquinas e softwares e mão de obra especializada. E tudo isso depende muito da formalização, uma vez que os investimentos são altos e, para tal, os empresários precisam de crédito. Por fim, Santa Cruz enfrenta ainda a necessidade de profissionalizar as fábricas, para atender com produtos adequados a uma exigente classe B e encarar o aumento nas vendas do varejo, que chega a 30% da produção. “Acreditamos que a tendência do Moda Center é vender mais para o consumidor final, continuando também com seus clientes de atacado”, diz Allan Carneiro. “Com a crise, as pessoas estão correndo atrás de preços baixos para manter o consumo e é justamente isso que oferecemos”, reforça.

Santa Efigênia promove curso para profissionais da saúde que atuam em emergências

Nos próximos dias 21 e 22 de janeiro, o Hospital Santa Efigênia (HSE), em parceria com o Centro Universitário Unifavip/Devry, promove o primeiro curso de Suporte Avançado de Vida em Cardiologia (ACLS) para capacitação de profissionais da área da saúde como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e estudantes do último período de medicina.

 

O curso será aberto, principalmente, aos profissionais que atuam em unidades de urgência e emergência e em unidades intensivas. O objetivo é uma educação continuada para qualificá-los no suporte avançado de vida na cardiologia como, por exemplo, na condução de um paciente em parada cardíaca, além de facilitar a ação no atendimento de arritmias cardíacas.

 

O curso é fornecido pela Unidade de ACLS do Hospital de Cardiologia do Estado de Pernambuco Agamenon Magalhães. Os participantes terão direito à certificado reconhecido pela Hart Medical, válido por dois anos.

 

"Queremos fortalecer o Unifavip junto ao Hospital Santa Efigênia como um centro de excelência e formador de opinião para a nossa mão de obra de saúde", ressalta o coordenador do Setor de Hemodinâmica do HSE, Flávio Japiassu.


O curso começa no sábado, às 8h, no laboratório de simulação realística do Unifavip, o Turbo Health. Para os interessados, o investimento é de R$ 1.200 e a inscrição deve ser feita com Ana Paula Melo, do departamento comercial do Unifavip/Devry, pelo telefone (81) 98241-1395.

Abertas as incrições para o curso de informática gratuíto da Câmara de Vereadores

Aberto o período de inscrições para o Projeto de Inclusão Tecnológica e Cidadania (CIDATEC), oferecido pela Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe em convênio com a Prefeitura Municipal. CIDATEC é um projeto que há 10 anos vem formando e informatizando jovens e adultos no município e também de regiões vizinhas. As matrículas se iniciaram dia 9 de Janeiro e estende-se ao dia 10 de Fevereiro, das 8 da manhã ás 12h.

 

 

A partir de nove anos de idade o cidadão que deseja participar, pode realizar sua inscrição no CIDATEC, localizado na Rua Manoel Rufino de Melo, 107 ao lado da Câmara de Vereadores, o curso tem duração de três meses e terá inicio no dia 13 de Fevereiro.


Para realizar a matrícula são necessários os documentos de RG e Comprovante de Residência. As aulas possuem duração de 2 horas por semana nos períodos da tarde e à noite, dois dias semanais. Os cursos oferecidos são: Básico – Operador de Micro e Design Gráfico, com o professor Joseilton Macedo.


Bruna Costa - ASCOMCÂMARA

Fiepe realiza workshop sobre engajamento e equipes vencedoras

A Fiepe Agreste dá início ao seu calendário anual de capacitações promovendo em Caruaru o workshop “Como impulsionar o engajamento e ter equipes vencedoras”, no dia 23 de fevereiro. A Federação trará para a região a experiência da empresa de desenvolvimento de competências e habilidades profissionais, Dale Carnegie, que é a principal escola de formação de líderes do mundo. Esta é a segunda turma do workshop que é formada no agreste pernambucano. O treinamento também já foi realizado na sede da Entidade, no Recife. As inscrições já estão abertas e os participantes terão a oportunidade de participar de um workshop com uma metodologia diferenciada na região.

 

O workshop é uma opção para os profissionais que desejam fazer a diferença no mercado, tanto na orientação de suas equipes como no gerenciamento da sua própria carreira. Para as empresas, é uma oportunidade de começar o ano investindo na atualização dos colaboradores. O objetivo da Fiepe é orientar líderes para a formação de equipes que se preocupam em conduzir as organizações aos resultados esperados. Para isto, os inscritos irão conhecer três padrões de comportamento que impactam significativamente o engajamento.

 

O instrutor Fábio Telles mostrará como compreender a relação entre credibilidade, confiança e respeito; administrar conflitos e restaurar a confiança; e conectar os pontos de engajamento. As vantagens de trabalhar com pessoas engajadas, a relação dos gerentes e supervisores com o engajamento das pessoas e as características de um trabalho com engajamento e de pessoas ativamente engajadas, desengajadas e não-engajadas também farão parte das abordagens. Os participantes ainda irão participar de uma pesquisa que irá medir o nível de engajamento de cada um.

 

O investimento é de R$ 295 e pode ser dividido em até 3x nos cartões. A Fiepe dispõe de uma política de descontos: até 30% para as indústrias e 10% para comércio e serviços, acima de cinco inscrições por CNPJ. Os interessados podem entrar em contato através dos telefones: (81) 3722-5667 ou (81) 99123-7888, ou pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . As inscrições também estão disponíveis pelo site: www.fiepe.org.br.

MPT aciona quatro municípios do interior de Pernambuco por casos de trabalho infantil

Os municípios de Caetés, Iati, Lajedo e Serra Talhada são réus em ações civis públicas movidas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco nesta semana. Eles são acusados de não adotarem medidas de prevenção e erradicação do trabalho infantil. Nas ações, o MPT pede que a justiça obrigue os municípios a tomarem providências, liminar e definitivamente, sob pena de multa.


De acordo com o procurador autor das ações, Ulisses Dias de Carvalho, o MPT recebeu do Ministério do Trabalho e Emprego relatórios que comprovam a situação irregular nas cidades. Normalmente, as crianças e adolescentes são encontrados trabalhando em feiras, que deveriam ter as permissões públicas gerenciadas pelas prefeituras.


Em todos os casos, as ações civis públicas foram movidas após anos de tratativas com cada um dos municípios, que, em muitas vezes, nem sequer responderam a ofícios encaminhados pelo Ministério Público. Recomendações chegaram a ser expedidas pelo órgão, mas não acatadas pelos prefeitos.


Pedidos


Liminarmente, o MPT fez para cada um dos municípios 25 pedidos. Entre eles, o de que garantam verba suficiente para a implementação adequada dos programas e ações para Erradicação do Trabalho Infantil e que, no prazo de 120 dias, formulem diagnóstico de todas as crianças no trabalho do Município (ruas, matadouro, feiras, casas de farinha etc.) com dados suficientes para a identificação da situação de cada uma delas.


Solicitou também que o judiciário determinasse a elaboração e a implantação de plano de ação para enfrentamento e erradicação do trabalho infantil a partir do diagnóstico feito e que inserisse, em 30 dias, as crianças e adolescentes identificados em programas sociais adequados às situações de violação de direitos constatada.


Para o procurador, é necessário que os municípios façam “esforços imediatos para o resgate de todas as crianças e adolescentes que trabalhem ou exerçam atividades remuneradas no matadouro, em casas de farinha, nas feiras, bares”.


Multas


Em caso de descumprimento de qualquer das 25 obrigações, o MPT requer que seja aplicada multa de R$ 50 mil por item, acrescido de cinco mil reais por criança ou adolescente prejudicado.


O procurador ainda solicitou que o mandado de intimação seja direcionado aos prefeitos para que deem cumprimento a cada uma das cláusulas, na forma dos pedidos pleiteados e deferidos a título de tutela antecipada, tudo sob a mesma pena de multa dada por obrigação e por pessoa prejudica. A punição pecuniária deverá ser suportada pessoalmente pelo referido agente público, tendo em vista sua condição de responsável pela gestão da res pública e ordenador de despesas.


Mitos sobre o trabalho infantil


De acordo com o MPT, existe na sociedade brasileira – e no mundo todo – vários mitos que justificam o trabalho infantil, com uma possível alternativas para crianças e adolescente. Entre os mitos mais conhecidos, está o de que “trabalhar ajuda na formação do caráter”.


Para o procurador, há que se refletir, porém, que o ambiente de trabalho, ao contrário da família ou da escola, não tem como objetivo a formação do caráter ou a transmissão de valores. “No ambiente de trabalho espera-se que haja produtividade. Não se trata, assim, de um local em que a formação da criança está no foco principal das ações”, disse.


Outros mitos são: “trabalho a criança aprende regras e disciplina”; “trabalhar ajuda na manutenção da família”; “é melhor trabalhar do que ficar na rua”; “criança que trabalha será beneficiada pela experiência no mundo do trabalho”.


“As experiências que o trabalho precoce possibilita às crianças e adolescentes são, praticamente em sua totalidade, de pouco valor enquanto formadoras para a atuação profissional. Em geral são atividades repetitivas, operativas, que não exigem raciocínio e que não preparam nem para uma profissão específica e nem para se destacar no mundo do trabalho. Muitas vezes colocam em contato com riscos físicos e psíquicos. Essas experiências afastam a criança da escola, e, sem formação, no futuro, apenas alimentando de ciclos de pobreza e exclusão”, disse.


Assessoria de Imprensa

Assista agora o primeiro trailer da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém

A Sociedade Teatral de Fazenda Nova divulgou o trailer promocional da temporada 2017 da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém que será realizada de 8 a 15 de abril. O filme traz cenas do Sermão da Montaha, da tentação de Jesus no deserto e de Judas recebendo as 30 moedas dos sacerdores, entre outras. Em destaque, aparecem os atores Rômulo Neto (Jesus), Letícia Birkheuer (Maria), José Barbosa (Judas) e Ricardo Mourão (Caifaz).


Ainda serão lançados mais cinco vídeos nos quais aparecerão os outros artistas convidados para essa temporada: Raphael Vianna, (Herodes), Joaquim Lopes (Pilatos), Aline Riscado (Herodíades) e Jesus Luz (apóstolo João). Os filmes foram criados e dirigidos pelo cineasta Eduardo Morotó. Os ingressos já estão à venda pelo do site oficial (www.novajerusalem.com.br).

A charge de hoje

Vagas de emprego para hoje:

-1 vaga de Cortador
-1 vaga de Costureiro
-1 vaga de Enfestador
-1 vaga de Estampador
-1 vaga de Operador de máquina de bordar
-1 vaga de Propagandista de produtos famacêuticos


A AGÊNCIA DO TRABALHO SANTA CRUZ – RUA MAESTRO ALEXANDRE, 93. TELEFONE: (81) 3759-8235 / 3759-8236. Lembrando que o horário de atendimento ao público é de 7:30h até 13h, e a documentação necessária para o atendimento para vagas é: Carteira de Trabalho, Identidade e CPF.