Tem 30 anos. Pós-graduado com Especialização em Assessoria de Imprensa pela Faculdade do Vale do Ipojuca, graduado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba.

Já atuou na Rádio São Domingos FM (Brejo da Madre de Deus) em 2007, na Rádio 101,9 FM (Santa Cruz do Capibaribe) de 2007-2008, na Estação Sat (Santa Cruz do Capibaribe) de 2008-2009 e atua até hoje na Rádio Vale AM. Onde desenvolve os trabalhos de produtor e apresentador do programa VALE MAIS.

Atualmente é o responsável pelo Blog do Melqui, assessor de imprensa do vereador Ronaldo Pacas, jornalista da Rádio Vale AM, diretor da Flipi Comunicação e assessor de imprensa da Secretaria Municipal de Assistência Social de Taquaritinga do Norte. Entre em contato pelo blogdomelqui@hotmail.com ou pelo flipicomunicacao@gmail.com.

Acompanhe o Melqui Lima



Mural

Melqui Lima
A Voz do Brasil presta um grande serviço à sociedade. Mas se você não quer deixar de ouvir a transmissão de mais de 1/3 dos jogos da Copa que acontecerão às 19h e quer mais informação de trânsito, música e entretenimento nesse horário, a voz do seu deputado precisa falar por você. Essa é a hora! O Brasil quer a flexibilização do horário da Voz do Brasil votada e aprovada. Particip...
Terça, 22 Abril 2014 17:35
Melqui Lima
Super Manhã - de segunda à ***ta, a partir das 8h da manhã. Tarde Livre - de segunda à ***ta das 14h às 16h. Participe pelos telefones 3731-4033 ou 9275-6290
Quarta, 12 Março 2014 16:44
Deixe o seu recado!

Comitiva do Polo de Confecções do Agreste leva a SDS demandas de segurança pública da região

Nesta terça-feira (24), na Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, uma reunião articulada pelo deputado estadual Diogo Moraes (PSB) buscou apresentar ao gestor da pasta, o secretário Antônio de Pádua, uma série de demandas e sugestões na área de segurança pública da região do Polo de Confecções do Agreste. Na ocasião, estiveram presentes representantes do setor, entre eles o síndico do Moda Center Santa Cruz, Alan Carneiro, o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Santa Cruz do Capibaribe, Bruno Bezerra, o Presidente da CDL do município, Valdir Oliveira e o presidente do Parque das Feiras de Toritama, Prudenciano Gomes.

 

Diante da preocupação com a segurança de comerciantes e compradores, além da população da região, a comitiva levou ao secretário os principais problemas, a fim de auxiliar o Governo no planejamento de futuras ações. “Foi uma reunião bastante produtiva. A gente entendeu o funcionamento da feira que acontece durante todo ano. É importante que a SDS tenha o diagnóstico e possa efetivamente apoiar de alguma forma com o policiamento ostensivo e investigativo nas localidades. Vamos analisar a viabilidade de aumentar o efetivo na área justamente pra dar essa segurança, essa proteção para compradores e vendedores”, avaliou Antônio de Pádua.

 

Na análise do deputado Diogo Moraes, que é representante do Polo de Confecções do Agreste no legislativo pernambucano, a audiência foi proveitosa e esclarecedora, visto que o secretário está completando quatro meses à frente do cargo, dessa maneira, se esforçando para absorver as demandas dos 187 municípios pernambucanos. “Durante a reunião, todos os representantes tiveram a oportunidade de falar e expor suas preocupações ao gestor da pasta, que ouviu e entendeu que a região é um local muito diferenciado e importante para a economia de Pernambuco. Com isso, mais uma vez, o Governo Estadual, através do Secretário de Defesa Social Antônio de Pádua, mostra que é capaz de dialogar para construir soluções em conjunto com os municípios”, declarou o parlamentar.

 

Polo de Confecções do Agreste - O Polo do Agreste abrange as cidades de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Caruaru, Surubim e outras circunvizinhas, como Agrestina, Brejo da Madre de Deus, Cupira, Riacho das Almas, Taquaritinga do Norte e Vertentes. Aproximadamente 18 mil empresas integram o Polo, o que representa 12% das indústrias de transformação em Pernambuco. No Moda Center Santa Cruz, nas feiras semanais, o fluxo de visitantes chega a 100 mil pessoas. Por ano, são produzidas cerca de 700.000 peças. O faturamento estimado com fiação e tecelagem em Pernambuco é de R$ 520 milhões/ano.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar