Melqui Lima é pós-graduado com especialização em Assessoria de Imprensa pela Faculdade do Vale do Ipojuca e graduado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba.

Já atuou na Rádio São Domingos FM (Brejo da Madre de Deus) em 2007, na Rádio 101,9 FM (Santa Cruz do Capibaribe) de 2007-2008, na Estação Sat (Santa Cruz do Capibaribe) de 2008-2009 e atua até hoje na Rádio Vale AM. Onde desenvolve os trabalhos de produtor e apresentador do programa VALE MAIS.

Atualmente é o responsável pelo Blog do Melqui, assessor de imprensa do vereador Ronaldo Pacas, jornalista da Rádio Vale AM, assessor de imprensa do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e mestre de cerimônias. Entre em contato pelo blogdomelqui@hotmail.com ou flipicomunicacao@gmail.com.

Acompanhe o Melqui Lima




Mural

Melqui Lima
A Voz do Brasil presta um grande serviço à sociedade. Mas se você não quer deixar de ouvir a transmissão de mais de 1/3 dos jogos da Copa que acontecerão às 19h e quer mais informação de trânsito, música e entretenimento nesse horário, a voz do seu deputado precisa falar por você. Essa é a hora! O Brasil quer a flexibilização do horário da Voz do Brasil votada e aprovada. Particip...
Terça, 22 Abril 2014 17:35
Melqui Lima
Super Manhã - de segunda à ***ta, a partir das 8h da manhã. Tarde Livre - de segunda à ***ta das 14h às 16h. Participe pelos telefones 3731-4033 ou 9275-6290
Quarta, 12 Março 2014 16:44
Deixe o seu recado!

AÇÃO DE DIOGO

GOVERNO DE PERNAMBUCO

Confira o Programa Moda Center no Ar desta sexta-feira 23.06

Melhores momentos do Arraiá da Dinâmica 2017

Diogo Moraes anuncia recursos de mais de R$1 mi para a educação de Santa Cruz do Capibaribe

Através do intermédio do deputado estadual Diogo Moraes, o Governo de Pernambuco incluiu, ainda em 2016, o município de Santa Cruz do Capibaribe no grupo de 15 municípios que receberiam investimentos para implantar escolas municipais em tempo integral. Naquela ocasião, a escola Municipal Professora Ivone Gonçalves de Araújo foi a contemplada. Nesta quinta-feira (22), o parlamentar anunciou a liberação de recursos na ordem de R$ 1,86 milhão, que serão aplicados em ampliação da unidade de ensino, como salas de aula, além de uma reforma no refeitório.


A expectativa é que após o término das obras, a escola passe a atender ainda mais alunos, com estrutura qualificada. "Isso tudo é fruto do trabalho de um conjunto. Santa Cruz não para, esta ação é para uma cidade que está no rumo do desenvolvimento", pontuou o parlamentar, destacando ainda a importância de se investir em educação. O anúncio ocorreu durante uma agenda do Ministro da Educação, Mendonça Filho, ao município, onde também estiveram presentes o prefeito Edson Vieira (PSDB), o vice-prefeito Dida de Nan (PSB), e vereadores e de outras autoridades da região.


Visita ministerial no Agreste - No mesmo dia, a comitiva visitou três creches de tempo integral que estão sendo construídas pelo Governo Federal e a Prefeitura Municipal, via Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. A primeira instituição visitada foi a Creche Camila Lisboa Felix Dantas, no Loteamento Acauã, que contou com investimentos de R$ 1,9 mi. No Loteamento Dona Lica, visitaram a Creche Geraldo Costa que tem obras no valor total de R$1.938.094,60. A comitiva foi ao Bairro São José para a assinatura da ordem de serviço de construção da Creche de Tempo Integral Matilde Monteiro Vieira. A unidade tem valor total de R$1.936.405,96.

Na visita, o prefeito Edson declarou a satisfação de receber obras e mais recursos. "Ficamos muito felizes em receber o ministro em nossa cidade para inspecionar obras e assinar a liberação da construção de mais uma creche. Estamos construindo em parceira três creches que vão abrigar cerca de 600 crianças. Estamos trabalhando e olhado para o futuro. Estamos tendo condições de fazer com que as obras saiam mais rápido para servir aqueles que necessitam. Em um futuro bem próximo, estaremos aqui junto com o senhor ministro para que a gente possa conseguir uma escola no bairro Malhada do Meio", afirmou Vieira.


Educação priorizada - Em seu discurso, Mendonça Filho destacou a satisfação de estar na Capital da Moda, falou dos investimentos e de sua ligação com a cidade. "É uma alegria visitar Santa Cruz e rever tantos amigos. Recebi a demanda da escola no Bairro Malhada do Meio e quero manifestar o meu desejo em atender e melhorar a educação em Santa Cruz do Capibaribe. Temos trabalhado de forma integrada da educação infantil até a superior. O que se vê no Brasil é que a educação tem sido priorizada. Todos que me conhecem sabem de minhas raízes, aqui na região e de minha tradição em Santa Cruz, onde meu pai atuou por muitos anos e eu como ministro da educação não poderia de forma alguma faltar a Santa Cruz e toda região", garantiu o ministro.

Para finalizar a agenda, o ministro e a comitiva foram até o Centro Municipal de Educação Infantil Prefeito Augustinho Rufino de Melo, no Bairro São Cristóvão, para a inauguração da unidade de ensino. O local vai receber 1,2 mil crianças, nos turnos da manhã e da tarde.


Diogo Moraes falou dos investimentos de seu grupo político na educação da cidade e destacou a experiência que teve ao lado do homenageado que empresta o nome ao Centro de Educação Infantil. "Tive a honra de estar ao lado de um grande homem, um grande pai é um grande político. Augustinho Rufino. Quero parabenizar você prefeito Edson Vieira pelos investimentos na educação", enfatizou Moraes.


Fotos: Jefferson Lulu

Diogo Moraes participa da abertura do 5º São João da Moda

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) participou, ao lado do prefeito Edson Vieira (PSDB) e do vice-prefeito Dida de Nan (PSB), em Santa Cruz do Capibaribe, na noite da quarta-feira (21), da abertura da 5ª edição do São João da Moda. A estrutura do evento está montada na Av. 29 de Dezembro, área central da cidade.

 

"Participar pela quinta vez consecutiva do São João da Moda é uma honra. Vi o projeto nascer e hoje celebramos o sucesso que é o evento. O São João de Santa Cruz do Capibaribe já faz parte do calendário cultural do Estado", ressaltou Diogo Moraes.

 

O deputado lembrou a necessidade de brincar a festa em paz. "Esse São João está completo, uma festa que contempla todos os gostos e todas as tribos. Só peço às pessoas que venham brincar na paz, que tragam a alegria e o amor para avenida, que se juntem a nós para fazermos o São João mais aconchegante da região", disse.

 

A festa segue até o dia 29 de junho com mais de 30 atrações só no palco principal (Palco da Moda). Na programação, ainda passam pelo palco nomes como Bell Marques, Gabriel Diniz, Leonardo, Márcia Felipe e Xand Avião.

 

O prefeito Edson Vieira agradeceu a presença do público e ressaltou o esforço para a realização da festa. "Agradeço a todos os envolvidos na realização deste evento. Sabemos das dificuldades enfrentadas para se montar uma festa dessa magnitude. Nossa equipe trabalhou muito para realizarmos o melhor São João da Moda de todos os tempos”, disse.



OS HOMENAGEADOS

Na edição de 2017, a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe está homenageando o cantor Zito Ribeiro (in memoriam) e o cantor e radialista Hildo Teixeira.

 

Fotos: Jefferson Lulu

Diogo Moraes comemora iniciativa para formalizar economia do Polo de Confecções do Agreste

Na tarde desta quarta-feira (21), o deputado estadual e primeiro-secretário Diogo Moraes destacou, na tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o avanço da tramitação do Projeto de Lei Ordinária 1.359/2017, do Poder Executivo, que propõe benefício fiscal com redução da base de cálculo de ICMS na saída de produtos do Polo de Confecções do Agreste para 2% a partir do dia 1º de julho deste ano. Pela proposta, está prevista a emissão de nota fiscal avulsa eletrônica pelos comerciantes. O parlamentar agradeceu ainda as aprovações pelas Comissões de Justiça e Finanças da Casa, no último dia 06.

 

O parlamentar elogiou a iniciativa do governador Paulo Câmara, frisando que o projeto vai revolucionar a vida da população da região. "Nós iremos reparar um grande erro. Há mais de três anos estamos estudando e mostrando as autoridades fazendárias o grande problema que temos hoje e que vai ser resolvido, que é justamente como legalizar a saída das mercadorias e confecções das pessoas que não são inscritas", explica Moraes.

 

Diogo argumentou ainda sobre a questão da informalidade. "Os pequenos confeccionistas não são inscritos por não ter condições. São pessoas que fazem aquela confecção para vender aos redores do Parque 18 de Maio, do Parque das Feiras de Toritama, do Moda Center Santa Cruz e no Calçadão Miguel Arraes. Muitas vezes as pessoas compram e não tem como receber sua nota fiscal. Então nós temos um grande problema que é justamente nas fronteiras interestaduais", acrescentou. "Está sendo criado o expresso cidadão da moda nos três pontos principais: Parque 18 de Maio, Parque das Feiras e Moda Center Santa Cruz. Essa segurança vai atrair mais pessoas, que virão comprar mais no Polo de Confecções", avaliou o parlamentar.

 

Ao discursar, Diogo lembrou ainda de como surgiu a ideia que visa formalizar e desenvolver o polo. "Iniciamos na época do governador Eduardo Campos, com o secretário da fazenda Paulo Câmara. Começamos esse estudo longo, no qual agradeço a todos que participaram. Nós chegamos a solução, que certamente teremos a região melhor para se vender e para se comprar. Uma região onde a seca bate, mas o povo é pujante, honesto, trabalhador e merece respeito. Agradeço ao governador Paulo Câmara, que digo e repito o maior governador da história do Polo de Confecções. Essa é a grande redenção do povo do Polo de Confecções", finalizou o deputado. Nesta quinta-feira, deve ocorrer uma visita técnica da Secretaria da Fazenda ao Moda Center Santa Cruz, abordando o projeto.

AÇÃO DE DIOGO

Festa Junina celebra 3 anos do Hospital Mestre Vitalino

Na tarde desta quarta (21), o arraial tomou conta do Hospital Mestre Vitalino. Em clima totalmente junino, os colaboradores participaram de uma comemoração regada a muito forró para celebrar os três anos de funcionamento da unidade, que foi inaugurada no dia 14 de junho de 2014.

 

“Este é de fato um momento festivo para nós que fazemos o HMV, ainda mais para a gestão Tricentenário, por podermos acompanhar o crescimento e a completude dos serviços ofertados pelo Hospital que é referência para a região, e até mesmo para Pernambuco", afirmou Marcelo Cavalcanti, diretor do HMV.

 

A festa foi montada na área de convivência do HMV, onde os funcionários puderam apreciar comidas típicas, participar de brincadeiras juninas e dançar bastante forró. De forma improvisada, uma quadrilha foi montada para animar ainda mais as comemorações.

Escola Dinâmica realiza o maior Arraiá Junino entre as escolas da rede particular

Contando causos e casos dos matutos nordestinos, a Escola Dinâmica realizou um grande evento junino no último sábado (17) no Cabana Clube em Santa Cruz do Capibaribe.

 

O 'Arraiá da Dinâmica 2017' superou todas as expectativas de pais, professores e todos que acompanham a 'Família Dinâmica'. O evento trouxe à tona, através de excelentes apresentações, a resistência do povo nordestino, contextualizada em expressões de fé e tradições culturais.

 

O Cabana Clube ficou lotado e o público presente acompanhou entusiasmado cada apresentação realizada por alunos de turmas do Ensino Infantil ao Médio. A animação ficou por conta do trio de forró pé-de-serra liderado pelo sanfoneiro 'Fogoió'.

 

Após a abertura do evento, realizada pelo diretor Joselito Pedro e a produtora cultural Karla Ferreira, os alunos Hortência e John interpretaram e dançaram o Cordel 'Ai se sêsse', que fala do amor entre um casal de matutos. Ainda na parte de abertura, professoras da escola coreografadas pela professora de balé, Rayane Souza espalharam leveza e charme pelo arraial.

 

Em seguida, iniciou-se a maratona de apresentações, abrindo com as turmas da Educação Infantil. As turmas do Maternalzinho e Maternal encantaram o público com lindas apresentações ao som de músicas do inesquecível Luiz Gonzaga.

 

Para mostrar que na instituição não falta talentos, o professor de música, Márcio Telles, coordenou as vozes do Coral da Dinâmica que entoou clássicos nordestinos, entre eles 'A vida do Viajante', também do Gonzagão.

 

As turmas do Jardim fizeram todo mundo babar de admiração ao realizar lindíssimas apresentações com as músicas Flor do Mamulengo, Mulher Rendeira e Massa de Mandioca.

 

O Ensino Fundamental iniciou suas apresentações com as turmas do 1º e 2º anos A e B, que relembraram as simpatias de São João. Já as turmas do 6º, 7º e 8º anos falaram de saudade.

 

Envolvendo temas de reflexão atual, como a inclusão, as turmas do 3º, 4º e 5º anos trouxeram para o Arraiá deste ano, a apresentação 'Os super heróis nos causos juninos' incluindo personagens das histórias em quadrinhos com as tradições juninas do Nordeste. Os alunos encheram a festa de cor com suas lindas fantasias.

 

Em homenagem a cidade de Santa Cruz do Capibaribe, os alunos do 9º ano coreografados pela professora de dança, Shirley Lima, realizaram a apresentação 'Eu bordo seu amor nos causos contados nos festejos juninos', que envolvidos em tecidos destacaram a confecção, principal cultura econômica da capital pernambucana da moda.

 

Ainda representando o Ensino Fundamental, as turmas do 3º, 4º e 5º anos B trouxeram para o arraiá, todo o encanto da música 'Sabiá' e encerraram com todo brilho uma coreografia com o tema do São João da Dinâmica 2017, a música 'Andança', na voz da grande Beth Carvalho.

 

Destacando o sofrimento causado pela seca, o lamento sertanejo foi representado pelas turmas do 6º, 7º, 8º e 9º anos com uma emocionante apresentação, que evidenciou a união do povo nordestino diante das adversidades. E como não poderia faltar, houve desfile de Príncipe e Princesa, Rei e Rainha do Milho, escolhidos pela mesa de jurados composta por pais de alunos, professores e convidados.

 

Para finalizar com maestria mais um evento sensacional, os alunos dos 9º ano do Ensino Fundamental e turmas do Ensino Médio realizaram eletrizantes quadrilhas matutas.

 

Com uma decoração bastante atrativa, belíssimas apresentações, figurinos com muito capricho, valorização das tradições culturais e claro, a alegria contagiante da 'Família Dinâmica. O Arraiá da Dinâmica deu uma aula de amor ao Nordeste e mostrou, de fato, por que é o maior entre as escolas da rede particular de ensino da região.

Especial de São João

Memórias de um Arraiá “Na terra de meus

Amores”

Texto: Mayara Bezerra


Aldenice de Andrade e Raimundo Bezerra (avós da que vos escreve) participando de quadrilha na Rua Cesário
Aragão - não se sabe precisar o ano; Foto: arquivo pessoal
Francisco Amaral participando de Comissão Julgadora de Quadrilhas junto com sua filha, Adilane Alves do
Amaral; Sala da casa de Francisco Amaral, uma foto dele atualmente. Na parede títulos como o de cidadão
santacruzense. Fotos: arquivo pessoal

 

“Quem sabe as coisas antigas de Santa Cruz é eu e Jota Oliveira”. Não há resquício de dúvida na fala de Francisco Amaral, cada palavra que sai de sua boca passeia pela memória que também não deixa a desejar. Amaral abre a porta azul de sua casa e nos acomoda em sua sala. Cortinas de cd’s cobrem suas paredes e a cadeira de balanço embala sua mente à procura de lembranças. Entre os últimos tragos de um cigarro que Francisco segura entre os dedos, a história começa a ser contada.

 


Francisco Amaral, 73 anos de idade, nasceu em São Caetano, no estado de Pernambuco. Se criou em Caruaru e no dia 1 de janeiro de 1967 começou sua carreira como habitante da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, agreste setentrional do estado. Nessa época, não havia rodoviária nem supermercados, a cidade começava a existir e em todo lugar havia espaço para algo novo.


Francisco Amaral além de quadrilheiro é também Radialista. Iniciou o trabalho como locutor ainda no sistema de radiodifusão e, em seus 43 anos de carreira radiofônica, passou por várias rádios, entre elas: Cultura, Tribuna de Santos, Vale do Capibaribe e Comunidade FM. A frase “Santa Cruz, a terra de meus amores!” marca sua carreira como radialista. Amaral conta que nesses cinquenta anos que mora em Santa Cruz nunca teve um inimigo sequer e ressalta, enquanto visita o olhar de cada pessoa que ali se encontra: “seu pai é meu amor, o pai dele é meu amor, você é meu amor, essa menina é meu amor. Sabe por que? porque eu considero todos vocês e vocês me consideram.” Francisco ainda relembra um episódio em que Bartôl, outro radialista conhecido na cidade, indaga sobre como sua mulher se sente em relação à isso, ao que ele responde: “ela já sabe quem possui, e radialista tem que ter grau de intimidade". O homem alto, magro, de expressão séria e cabelo branco refere-se a si mesmo como “um camarada que gosta de valorizar a vida e ajudar as pessoas quando é possível”.

 


“Quanto mais animação, melhor!”

 


Na rua do Alto se concentravam os festejos juninos da cidade de Santa Cruz do Capibaribe. As festividades eram organizadas por ‘Raimundo de João Véi’ e ‘Severino de João Véi’. Amaral conta que eles aguardavam os caminhoneiros retornarem de São Paulo, pois estes emprestavam as lonas para cobrir a palhoça que era “arrudiada de palha de coco”. Francisco não consegue precisar a data, mas diz que em determinado ano os organizadores dos festejos o convidaram para participar e ele aceitou. Mas o fato da festa acontecer apenas a noite o incomodava, foi aí que ele pensou “mas, fazer uma festa só de noite? vou inventar um negócio pra ser durante o dia”. As quadrilhas em Santa Cruz do Capibaribe nascem dessa
‘invenção’.

 


“Eu arrumei o finado Luiz de Sá Juquinha pra ser o padre; Brisa e Pedro Venâncio, as testemunhas; os noivos foram Benedito de João Velho e Lucidalva, uma menina lá da Rua dos Doidos; o soldado era Zé de Jovi, já falecido, e Jovi também”. O casamento Matuto estava se organizando, mas Francisco Amaral precisava ainda arrumar um carro de boi, então falou com Raimundo Aragão, então prefeito da cidade, que disse “Ói Amaral, eu tenho dois bois lá, agora eles são mei brabo, o carreiro é quem domina eles”, ao que Amaral respondeu “Pronto! Vem o carro de boi e o carreiro mesmo, se preocupe não que eu pago!”. Tudo pronto para o matrimônio.

 


O animador da quadrilha foi Raimundo Catanha, segundo Amaral “era quem tocava minhas quadrilhas, começou tocando comigo”. A partir das duas horas da tarde daquele dia, o que hoje é a Avenida Padre Zuzinha foi tomada pela quadrilha: “carro de boi na frente, o sanfoneiro tocando atrás. Aí Severino disse: ‘Ô Amaral começa gritando uma coisa aí rapaz, pra não ir tudo calado’, aí eu comecei gritar a quadrilha, foi esse o início das quadrilhas de rua de Santa Cruz.”

 


A quadrilha que começou com quinze pares, foi ganhando devotos ao longo do percurso, segundo Amaral alguns diziam “ô Amaral! A gente pode entrar aí?”. Sua resposta não só atendia ao pedido mas também coordenava a dança “um do lado e outro do outro”, a essa altura já eram mais de sessenta e cinco damas e cavalheiros.

 


Francisco puxou a quadrilha em direção à igreja matriz, chegando lá o ‘Finado Mané de Augusto’ entregou-lhe um recado que ‘Zé Neves’ tinha lhe mandado. Nesse recado convidava Amaral e a quadrilha para irem à casa dele, onde havia uma grande mesa repleta de comidas típicas: “tinha de tudo, pamonha, canjica, aguardente, cerveja. Mas como um camarada gritando uma quadrilha ia comer?”. A quadrilha se serviu e, com o tanque cheio, voltaram à dança.

 


De volta aos arredores da Igreja Matriz, o som do fole foi atraindo público “aí foi juntando gente, juntando gente, aí comecei a gritar a quadrilha. Não tinha carro de som nessa época, era na guela” Francisco continua tocando a quadrilha, desta vez o palco é a Rua Treze de Maio. Lá, estava Augustinho Rufino, que mais tarde seria prefeito da cidade, acompanhado de uma
banda de músicos de Santa Cruz que estava se organizando para tocar no Carnaval de Recife.

 


Francisco, “de braço” com sua ex-mulher, chegou à barraca onde todos se encontravam “fumo entrando na barraca, tava Augustinho perfilado com os músicos”. Amaral levanta o braço e mostra como ainda hoje se arrepia ao falar sobre esse momento: “tocou parabéns pra você, aí foi a primeira festa que eu fiz em Santa Cruz, foi desse jeito, a primeira quadrilha
que eu marquei foi essa”.

 


Depois da primeira quadrilha, Francisco Amaral foi chamado para marcar outras. Ele conta que os donos de bar sempre o chamavam para fazer a quadrilha em frente ao estabelecimento, pois isso movimentava o negócio e a festa fazia “vender mais uma cachacinha”. Amaral cobrava cinco cruzeiros a cada par e “botava um lacinho de fita pra saber de quem já tinha cobrado”. Às vezes verde, às vezes vermelho, o importante era não cobrar duas vezes ao mesmo par.

 


Já imaginou uma quadrilha com mais de seiscentos pares? Francisco Amaral também fez, “com microfone sem fio, correndo de rua acima rua abaixo, eu nunca vi uma coisa tão grande daquele jeito”. Pergunto a Amaral em que ano aconteceu essa quadrilha, ao que ele responde: “ah eu não me lembro mais não, minha filha. Eu sei que faz tempo”.

 


Depois de ouvir essa histórias do homem que gosta muito de se deitar numa rede ‘quando quer pensar nas coisas’, pergunto sobre o que não pode faltar numa quadrilha. Francisco Amaral, hoje já aposentado da vida de Arraiá, diz: “Alegria! você não pode dançar uma quadrilha triste, você tem que ser alegre, tanto a dama como o cavalheiro, quando mais
animação, melhor!

GOVERNO DE PERNAMBUCO

Temos 36 vagas de emprego para você amanhã (21 de junho):

-1 vaga de Atendente de farmácia - balconista
-1 vaga de Açougueiro
-3 vagas de Costureiro – TRAVETE, OVERLOQUE E GOLEIRA
-1 vaga de Costureiro – ZEROMAQ
-2 vagas de Costureiro – OVERLOQUE E GOLEIRA
-1 vaga de Costureiro – RETA, OVERLOQUE E GOLEIRA
-4 vagas de Costureiro – RETA DE UMA E DUAS AGULHAS
-1 vaga de Farmacêutico
-1 vaga de Garçom
-1 vaga de Gerente de farmácia
-1 vaga de Modelista
-1 vaga de Oficial de serviços gerais – LIMPEZA
-1 vaga de Promotor de vendas
-15 vagas de Vendedor pracista
-1 vaga de Cortador de roupas
-1 vaga de Estoquista


A Agência do Trabalho, Trabalho e Qualificação de Santa Cruz do Capibaribe fica na Rua Maestro Alexandre, 93 - Tel.: (81) 3759-8236.

Rota do Mar Lounge - O maior e melhor do São João da Moda

Claro que é mentira!

Se preocupe com sua saúde bucal sempre, Aproveite as brincadeiras e festas juninas com sorriso saudável.


Pode nos procurar para conversarmos sobre o tratamento! Contato: 81 3731 9862/ 81 981165885